História do karatê-do

O karatê é uma arte marcial japonesa que surgiu na ilha Okinawa. A história do karatê começa quando o monge indiano Bodhidarma caminha da Índia para China querendo fundar um mosteiro budista. Além dos conceitos de contemplação do budismo, Bodhidarma levou uma técnica de luta sem armas, com objetivo de manutenção da saúde e autodefesa, dando início as artes marciais.

Okinawa pertencia a China durante a dinastia Ming e o intercâmbio cultural foi inevitável. Após o final da dinastia Ming, Okinawa passa a ser dominada pelo Japão. Querendo evitar uma rebelião, os japoneses proíbem o uso de armas de fogo em Okinawa. A população começou a utilizar pés e mãos como forma de defesa, os mestres selecionavam os alunos e seus treinos eram secretos. A repressão da elite japonesa era tão grande que foi comparada com a perseguição a capoeira no Brasil Imperial.

No séc. XIX com a liberação do uso de armas de fogo, a história do karatê muda, a partir daí, o karatê começa a ser praticado com enfoque em educação física e fundamentação espiritual, sendo introduzido como educação física em 1905.

O principal responsável por popularizar o karatê fora de Okinawa foi o mestre Gichin Funakoshi. Em 1916 fez a primeira demonstração pública, na cidade de Kyoto, em 1921 faz uma apresentação para Hiroshita, o futuro imperador do Japão. Em 1923, o mestre Funakoshi se muda para Tóquio com intuito de propagar o karatê no Japão, sempre buscando formar homens como cidadãos úteis a sociedade. Após a derrota japonesa na 2ª Guerra Mundial, as forças Norte Americanas dominaram o Japão e proibiram a prática do karatê.

Porém, alguns alunos de Funakoshi convenceram que o karatê era um esporte inofensivo, além disso, alguns soldados americanos estavam interessados em aprender aquela nova arte marcial. Assim com a imigração japonesa, o karatê se propagou pelo mundo ganhando adeptos de várias nações do mundo.

Chegou ao Brasil na primeira metade do século 20, com os imigrantes japoneses. Os primeiros instrutores conhecidos começaram a ensinar karatê nos anos 50 na Bahia e em São Paulo, onde existiam vários imigrantes de Okinawa.

O primeiro torneio nacional aconteceu, em 1965, em São Paulo, e a equipe da Bahia foi a campeã.

O Karate atualmente mescla técnicas para competir e aprimoramento da defesa pessoal. Trabalha muito eficazmente o condicionamento físico, a coordenação motora, o fortalecimento do sistema imunológico, além de combater o estresse, melhorar a postura, a disciplina, o respeito, a vida social, a saúde mental, a autoimagem e a autoconfiança.

O maior objetivo do Karate é a perfeição do caráter, por meio do treinamento disciplinado e rigorosa disciplina da mente e do corpo. O karateca utiliza como armas as mãos, os braços, as pernas, os pés, enfim, qualquer parte do corpo.

Além de ser um excelente meio de autodefesa, o Karate também é uma ótima opção de atividade física (uma aula de uma hora pode queimar até 1.000 calorias).

O KARATÊ ESPORTIVO

Nos últimos anos, foram formuladas regras de combate simulado para se evitar ferimentos graves, com o propósito de introduzir o Karate como um esporte olímpico, o que aconteceu em 2016. O Karate competitivo é um jogo de reflexos que exige "timing", velocidade, técnica, estratégia, camaradagem e controle, onde prevalecem HONRA, LEALDADE e SENSO DE COMPROMISSO.

Saiba mais:

KARATÊ-do GOJU RYU seigokan

O estilo GOJU RYU, cujo nome advém de Go (força), Ju (flexibilidade) foi fundado pelo mestre Chojun Miyagi, aproximadamente no ano de 1935.

Miyagi ficou famoso e foi convidado a ensinar Karatê na Universidade de Ritsumeikan em Kyoto. Lá, formou vários alunos que tiveram participação importante no crescimento do Karatê Goju Ryu, entre eles o criador da linhagem Goju Ryu Seigokan, Hanshi Seigo Tada.

No Goju Ryu, o princípio fundamental é o domínio dos movimentos rígidos e explosivos (Go) e dos movimentos suaves e flexíveis (Ju).

 

Como estilo de Karatê, o Goju Ryu oferece o desafio de conseguir dominar duas naturezas opostas (GO e JU), tornando seu praticante, o fruto do equilíbrio entre elas. Observe que as pessoas muito fortes geralmente não conseguem ser delicadas nos seus movimentos, da mesma forma que as pessoas delicadas, normalmente, enfrentam dificuldades quanto a necessidade de força.

 

É uma técnica que prima pelo bloqueio para dar mais rapidez ao ataque. É uma técnica penosa, dura e verdadeira. Nessa escola, caracteriza-se uma respiração abdominal sonora, denominada IBUKI.

Veja mais em 

Chojun Miyagi

1888 - 1953

Criador do estilo Goju Ryu (Ryuha).

Seigo Tada

1922 - 1997

Criador da linhagem Goju Ryu Seigokan (Kaiha).

Describe what you offer here. Add a few choice words and a stunning pic to engage your audience and get them to click. 

Describe what you offer here. Add a few choice words and a stunning pic to engage your audience and get them to click. 

O Goju Ryu Seigokan é uma linhagem de karatê nascido a partir da base originária de Okinawa, o Goju Ryu.

 

A SEIGOKAN foi fundada em 1945 pelo Mestre Seigo Tada (9º Dan), aluno do grande mestre e criador do estilo Goju Ryu, Chojun Miyagi.

A Seigokan é uma das maiores organizações do estilo Goju Ryu no mundo, com mais de 200.000 membros. Possui dois katas próprios, Kihon e Uke no, além dos doze tradicionais do estilo Goju Ryu.

Seu programa técnico inclui 7 variantes de Yakusoku kumite (Luta combinada) e 7 técnicas de Torite (Defesa pessoal).

Um dos seus membros mais conhecidos é a tetra-campeã Mundial de Kata, Atsuko Wakai.

A Seigokan do Brasil foi introduzida pelos Senseis Luís Alberto Pedruco e Alberto Carlos Paes D’Assumpção (Acaio), vindos de Macau, na China no início da década de 1970.

O Presidente Executivo da Seigokan para o Brasil e países da América Latina é o Sensei Takeshi Fukuchi (7ºDan), por meio da GSKB (Goju Ryu Seigokan Karate-do Brasil).

O Sensei Fukuchi foi o responsável pela grande difusão da Seigokan por todo o Brasil, principalmente no Rio de Janeiro, onde fundou a Associação NIKKEI de Karate Seigokan.

Criado por LGR marketing  -  Todos os direitos reservados   -  2018

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon